domingo, 28 de dezembro de 2008

Bioenergético

"A arte superior da saúde é fazer do alimento um remédio"

Hipócrates









Bioenergias

Bioenergias, como o próprio nome indica, são todas as formas de energias da vida. Energia de plantas, animais e todos os seres vivos. Os seres humanos, além das bioenergias vitais, produzem pensamentos e emoções que qualificam a bioenergia comum transformando-a em ENERGIA CONSCIENCIAL. Nós produzimos informações bioenergéticas quando pensamos e sentimos.

Absorvendo as Bioenergias

Somos sistemas semi-abertos. Recebemos e trocamos energias com o meio onde vivemos. As fontes mais conhecidas de bioenergias são os alimentos sólidos e líquidos, as plantas, o sol, o mar e principalmente o ar que respiramos. Essa espécie de ENERGIA IMANENTE que está em toda a parte de forma difusa, é uma das principais fontes de absorção para todos os seres vivos. Esta energia tem recebido diferentes nomes em diversas culturas, alguns preferem chamá-la de energia cósmica, energia primária, energia sutil, energia orgânica, enfim, são centenas de sinônimos que traduzem o mesmo conceito.

As Bioenergias em relação ao cansaço físico e mental, a irritabilidade, o mal estar súbito e a agressividade sem causa aparente, os desconfortos generalizados

Processos emocionais de desequilíbrio como os aqui citados, costumam ter um alto custo bioenergético, queremos dizer, o dispêndio bioenergético com a emoção é muito alto. Não raro, uma pessoa se sente extremamente cansada após uma discussão acalorada ou quando é portadora de sentimentos negativos, como por exemplo, mágoa, ciúmes, ressentimento. As pessoas que trabalham horas a fio com o computador ou com atividades intelectuais prolongadas sem lazer, conhecem bem a "ressaca" deixada pelo vampirismo energético da tecnologia.

O Teste Bioenergético

O bio-teste é realizado por duas pessoas treinadas para isso durante cursos: o intermediário e o examinador. O intermediário faz um elo ou anel usando o polegar e mais um dedo que normalmente será o indicador. O elo dos dedos funciona como um ímã eletromagnético, que aumenta e diminui com os novos estímulos recebidos.

O examinador, por sua vez, faz também um anel em cada uma de suas mãos, entrelaçando os elos nos dedos do intermediário.

O intermediário, toma na outra mão um arame ou outro metal que conduza corrente e vai tocando todos os pontos de checagem e sua mão reagirá diferentemente em cada novo toque. Se tocar um órgão sadio, o ímã será mais forte. O examinador a cada novo toque tentará abrir o elo.

Ao tocar-se num órgão sadio, ele não conseguirá abrir os dedos do intermediário. Mas se este tocar um órgão doente, que emite menos energia porque está doente, ele conseguirá abrir os dedos em elo

Prncípios da Bio saúde

O Bio-Saúde não pretende ser uma terapia para curar o corpo, curar as enfermidades como uma técnica. Boas terapias existem aos milhares. São boas, mas não são o caminho para a saúde, pois enquanto estivermos amarrados pela doença, não há solução. Só a mudança de mentalidade pode nos colocar no caminho, já que a saúde verdadeira vem de dentro e nunca é manipulada por outros.

As enfermidades não se curam pela medicina ou pelas terapias. Quando dependemos da medicina e das terapias, perdemos a oportunidade de aprender da experiência da dor. As enfermidades no corpo não são causas, mas sim efeitos das enfermidades da vida e do meio ambiente. A dor, o tumor e transtornos do corpo não são mais que uma conseqüência dos velhos hábitos, muito estressados, contra a vida e contra a natureza.

Mesmo que se cure o corpo, mesmo que se cure a enfermidade, se não se curar sua casa - a das enfermidades da vida e dos hábitos -, sempre se repete o mesmo erro e resulta pior, com o tempo, estando preso do sofrimento irreparável para toda a vida. A escravidão em que vivem as pessoas é uma tragédia: a vida toda amarradas a médicos ou terapeutas.

O Bio-Saúde pretende ser um modo de vida mais saudável, natural e agradável. É possível criar uma "saúde verdadeira", não só sem conhecer enfermidade nem somente prevenir alguma, mas também de poder viver este instante com mais vigor e alegria, com uma plena Paz interior e o profundo agradecimento aos próximos e a Deus.

Ademais, para alcançar esta saúde, não há necessidade de tantos conhecimentos, nem de técnicas, nem de dinheiro. É suficiente simplesmente formar um novo hábito são com a alimentação sadia, prática de exercícios agradáveis e com a urinoterapia!

Dessa forma, sem medicina, dentro de pouco ou algum tempo, desaparecerá ou se melhorará muito uma grande maioria de enfermidades, inclusive câncer, diabetes e outras enfermidades que a população mundial está sofrendo.

Por meio dessas ações simples, se fortalece inimaginavelmente nossa resistência imunológica, desaparecem toda a classe de enfermidades, aumenta-se muito a capacidade de memória e concentração, liberta-se de preconceitos, medo, temores, em especial do "apego" à doença, à dor, vaidade e ao egoísmo; mantém-se uma beleza de juventude eterna e reforça-se nossa faculdade humana divinamente energética, harmônica e amorosa.

Isso já não é terapia! O Bio-Saúde oferece um caminho autêntico de alcançar uma saúde agradável.

As Ervas Medicinais

O básico do nosso tratamento é o chá, preparado com a infusão das folhas das ervas medicinais checadas em cada caso.

Usamos preferivelmente as folhas das árvores, uma vez que elas se reproduzem sem dificuldade, enquanto que a raiz é a vida da árvore e a casca é a sua pele. Se cortarmos a casca em volta de toda árvore a raiz não tem alimento e a árvore morre.


Em todas as partes do mundo há plantas boas para curar tudo, juntamente com os demais itens do nosso tratamento. Por isso, o importante é usar plantas do ambiente próprio em que vivemos, que o próprio doente cultiva ou tem em volta de sua casa.

Escolha das Ervas

No nosso tratamento é o próprio corpo do doente que escolhe as ervas com as quais fará o chá. A erva colocada na mão do doente ou encostada em qualquer parte do seu corpo, de imediato manda mensagens ao cérebro e este sabendo já do que o corpo necessita e do que a planta pode oferecer, através do timo dará a resposta .

Usamos as plantas na seguinte proporção:


  • Para adultos, o máximo 7 plantas


  • Para adolescentes de 9 a 14 anos, o máximo 5 plantas;
  • Para crianças de 5 a 8 anos, o máximo 3 plantas;
  • Para crianças de colo de 1 ou 2 plantas (só a tansagem já resolve por ser diurética e antibiótico

Como preparar o chá e como tomá-lo


Selecionadas as plantas que vão ser usadas para o chá, prepara-se a infusão numa vasilha de vidro ou louça, depejando um litro de água fervente sobre as folhas e abafando por 10 minutos.

O tamanho normal da parte da folha a usar no chá de cada dia será de 1/4 da palma da mão do doente, não contando com os dedos.
Logo se côa e se toma durante o dia, mais ou menos a cada meia hora uma xícara. O adulto tomará normalmente um litro diariamente; o adolescente ficará no meio litro e a criança de colo com duas ou uma mamadeira.

O melhor é tomar o chá ao natural, sem açúcar ou qualquer adoçante. Quem trabalha, deve levar o seu chá ao lugar do serviço. É muito importante ser fiel e perseverante no tratamento.


Argila - Geoterapia

A geoterapia é sem dúvida uma das mais importantes técnicas terapêuticas naturais. A argila pode ser usada no combate a várias doenças, graças ao seu poder refrescante, antiinflamatório, analgésico, anti-séptico, anti-reumático, antiinfeccioso, antitraumático, antitumoral, desobstruente, antitóxico, emoliente, estimulante, regulador orgânico, tonificador, vitalizante, descongestinante, purificador, cicatrizante, absorvente e calmante.

Além de sua composição química e geológica, é a energia que a argila contém que explica suas qualidades curativas. Em contato com o corpo do doente, a terra produz, dentre outras, as seguintes alterações que promovem a cura:

troca de energia com a área afetada: absorve a energia perniciosa acumulada na área doente e transmite sua energia de elevada qualidade vital.


  • Equilíbrio térmico: o equilíbrio das temperaturas do corpo é obtido graças ao efeito dissipador de calor produzido pela compressa fria de argila.
  • Ação vitalizante: a argila fornece sua carga energética ao organismo, tornando-o mais saudável e dinâmico.
  • Ação anti-radiativa: a argila tem capacidade de absorver energias estranhas ao organismo, como é o caso da radiação proveniente de explosões nucleares.

Essas propriedades da argila permitem que ela seja empregada numa infinidade de doenças e alterações orgânicas, como: reumatismo, artrite, artrose, celulite, varizes, dores musculares, contusões, febres de qualquer tipo, tumores, leucemia, infecções e inflamações diversas, dores de cabeça, má digestão, diarréias, prisão de ventre, obesidade, inchaços, hemorróidas, cistos, distúrbios menstruais, tensão nervosa, stress, asma, pneumonia, tuberculose, gripes e resfriados, etc.

A argila é aplicada em camadas de 1 a 1,5 cm de espessura no tamanho necessário para atingir o lugar da infecção. Sua energia radiativa dura cerca de 3 horas, diminuindo depois desse tempo de aplicação. No nosso tratamento, recomendamos o uso da argila a quase todos os doentes com as seguintes finalidades:

  • Curar: ajuda a eliminar o câncer e infecções em geral.
  • Tirar do cerebelo, coluna e cérebro, ainda com vida, os parasitas aí alojados.
  • Tirar a febre interna, o excesso de calor produzido pelas infecções. Em geral se aplica o barro sobre o ventre, trocando a cada vez que esquenta.
  • Estimular a regular produção de hormônios, aplicando-a sobre a tireóide, paratireóide ou outra glândula que esteja inativa.

Sobre os rins e pulmões, normalmente aplicamos o barro amornado. No restante do corpo deve ser aplicado frio. A argila pode ser preparada com água mineral, chás ou com urina.


Alimentação

A maioria das pessoas se alimenta errado, seja por deficiência, por excesso ou por falta de algum ingrediente e acaba doente por isso.

De um lado, milhões de pessoas com alimentação deficiente, sofrendo de desnutrição, anemias...


De outro, uma minoria rica que se farta à mesa e, devido aos excessos, apresenta doenças vasculares, câncer, imunodeficiência grave, nervos em frangalhos pela vida dissoluta em que vivem.

Para 90% das doenças o bioenergético tem solução fácil e rápida, que passa necessariamente pela mudança dos hábitos alimentares. Vejamos:

A questão da carne

A carne é o alimento que mais prejudica o ser humano, já que nosso organismo não está preparado para digeri-la.

Sendo um material putrefato (que apodrece) a carne deixa resíduos não digeridos no corpo, intoxicando o sangue, entulhando as glândulas de "lixo" e favorecendo a multiplicação dos micróbios.

Sem falar do problema dos hormônios usados para engordar os animais e os antibióticos que passam suas toxinas para quem come a carne.

Ou do frango de granja tem que ser vendido aos 35 dias de vida porque no trigésimo oitavo começaria a desenvolver-se nele um câncer, por viver na sombra, sem contato com a terra virgem, estressado, comer 3,5 kg de antibióticos nos 35 dias de vida e hormônios femininos crescer rápido.

Sem comer carne, os habitantes do Tibete facilmente alcançam a idade de 100 anos. Mas na Groenlândia, onde as pessoas comem muita gordura de focas e carne, o tempo médio de vida é de 40 anos e a estatura das pessoas é pequena.

Não somos carnívoros. Não temos, como estes animais, o intestino curto e o aparelho digestivo todo preparado para digerir a carne. Somos, por natureza, frugívoros (comedores de frutas) e herbívoros (comedores de plantas).

As pessoas que insistem em comer carne se tornam agressivas, vorazes, desrespeitadoras do seu próximo, briguentas, dorminhocas. Deixando de comer a carne, qualquer pessoa sente cada vez mais energia, reaparece a disposição e dores reumáticas e outros sintomas desaparecem.

E o leite? O leite serve para a cria do respectivo animal, por isso não serve para nosso consumo o leite de outra espécie. Quem toma muito leite e come muito queijo seco e velho, facilmente sofre de excesso de cálcio, crescem os mamilos e a próstata nos homens.

O açúcar

O consumo de açúcar no Brasil é muito grande, seja diretamente no café e pé-de-moleque, ou disfarçado no refrigerante, na sobremesa, nas bolachas doces e até na bolacha de sal. Os micróbios com isso fazem a festa, pois o açúcar é o seu alimento preferido.

O açúcar branco refinado, 100% sacarose e branqueado com drogas químicas, é indigesto, ácido, prende o intestino, enfraquece o corpo, estraga os dentes e ossos por retirar deles o cálcio, tira o apetite, provoca diabete, problemas cardíacos, gota, cálculos biliares, e é uma das causas do câncer. Além disso, o consumo de açúcar também se torna vício. E o viciado não tem domínio sobre si.

A dieta alimentar durante o tratamento

Todos os que se tratam com o Bioenergético, durante todo o tratamento não devem comer nada de açúcar (branco, mascavo, melado ou rapadura) nem os produtos que o contem (refrigerantes, caramelos, chocolate, chicletes, sorvetes, doces), não esquecendo que o adoçante químico é o pior de todos.

Também não se comerá nenhum tipo de carne ou derivados de animal (ovo, queijo, leite, manteiga, etc) e se evitará também o café (chá mate, chá preto e refrigerantes também contêm cafeína). Para substituir a carne, pode-se consumir um pouco de soja, além das frutas oleaginosas. A recuperação total da saúde depende em mais de 50% de uma dieta alimentar bem feita.

A força do jejum

O jejum, como remédio para nossos males, é uma arma muito poderosa, apesar de pouco usada. Ao jejuar, a pessoa faz seu corpo devorar primeiro o mal que está dentro dela: os germens infecciosos, as doenças, depois as sobras de nutrientes (gorduras), o “lixo” (colesterol, cálcio excedente...) e só por último ataca o que o corpo precisa para a sua manutenção.

Durante a prática do jejum é recomendável o uso da urina, que é capaz de nos alimentar com substâncias produzidas pelo próprio corpo.

Hidroterapia

O uso da água, através de banhos derivativos, alternados, fricções, inalações e escalda-pés checados no doente, apresenta bons resultados no tratamento natural. Os banhos não devem ser realizados no período menstrual e após as refeições.

Banho Frio de Assento

Toma-se este banho introduzindo na água somente as nádegas, por 1 a 5 minutos, friccionando o baixo ventre com as mãos molhadas. Tem efeito descongestionanete das vísceras e favorece a função digestiva, sendo recomendável para pessoas que sofrem de prisão de ventre.

Banho de tronco

Com duração de 5 a 15 minutos, deve-se sentar numa banheira com água fria cobrindo todo o abdome. Friccionar o baixo ventre com a mão ou uma toalha durante toda a duração do banho, para tirar o calor interno. Tem efeito derivativo e refrescante das vísceras, atrai para for a as matérias mórbidas acumuladas no corpo, elimina febres altas (nesses casos, a água deve ter temperatura de 28 a 30°). Enquanto dura o banho, acrescenta-se água fria e retira-se a já aquecida.

Banho Genital

Estimula a atividade vital e as funções digestiva e renal, tem poder eliminador, atraindo para os canais de eliminação do baixo ventre as matérias estranhas acumuladas na cabeça, pescoço e pulmões, combate a prisão de ventre. Não há dor de cabeça que resista a este banho. Usa-se um balde e, sobre o mesmo, uma tábua, ou então, um bidê com a saída de água tapada e a torneira aberta durante todo o banho. Sentar bem atrás do bidê. Se homem, cobrir a glande com o prepúcio. Com uma das mãos, manter o pênis debaixo da água e, no sentido de cima para baixo, friccionar toda a extensão do membro. Se mulher, friccionar no sentido de cima para baixo, as laterais dos grandes lábios da área genital feminina. Friccionar um dos lados, dos grandes lábios e virilhas, molhar o pano novamente na água do bidê e friccionar o outro lado. Friccionar com energia, com ajuda de um tecido natural bem macio. Vai, assim, alternando os lados enquanto durar este banho (30 minutos), mantendo os pés em água quente.

Banho de vapor

Provoca uma série de reações nervosas e circulatórias através de abluções de água fria sobre a pele aquecida pelo vapor. Além de normalizar a circulação do sangue, purificando-o de toda espécie de impurezas orgânicas, este banho descongestiona as vísceras, combatendo a febre interna. A pessoa, sentada numa cadeira, cobre-se com um plástico transparente, desde o pescoço até o chão, e põe debaixo da cadeira uma vasilha com água (3 litros mais ou menos) fervendo. Para manter a água fervendo, usa-se um ebulidor (tipo mergulhão). A cada 3 minutos, a pessoa sai da capa e passa água fria por todo o corpo, com um pano, sem molhar a cabeça. Vai repetindo sempre assim, até completar o tempo total do banho, que varia entre 30 e 60 minutos. Ao final, toma-se um banho frio, vestindo-se em seguida e procurando tomar água para compensar a perda ocorrida durante o banho.

Fricção fria

Aplicação simples e importante com água fria que estimula a circulação, é tônica para os nervos e músculos, é anti-febril. É excelente a prática diária para pessoas de mais idade. Usa-se um pano de tecido natural, embebido em água fria. Fricciona-se todo o corpo com o pano dobrado em várias partes, as quais se vão desdobrando em cada passagem. Começa-se primeiro pela frente, com uma passagem da toalha molhada, que irá do pescoço até a ponta do pé direito, depois do lado esquerdo e na parte central. Em seguida, na parte das costas. Se a pele estiver fria, fazer antes uma fricção com um pano, bucha a seco ou as próprias mãos, para depois efetuar a fricção com o pano úmido. Isto desperta as defesas e poderá ser um recurso salvador. Perceba que o sentido é sempre de cima para baixo. Aconselha-se de quatro a seis fricções diárias. Logo após a fricção, agasalhar-se até mesmo com cobertores.

Banho nos pés

Podem ser frios, quentes ou alternados:

* Frios: imergir os pés num balde com água fria até a altura da barriga da perna. Esses banhos não devem demorar mais que três minutos. Servem para “chamar” o sangue para os pés. É bom em casos de insônia.

* Quentes (escalda-pés): introduzir os pés, até a altura da barriga da perna, numa vasilha com água quente. Pode durar meia hora ou mais. Acrescentar água quente para manter a temperatura. Usado para aquecer os pés, em casos de doenças graves de doenças do cérebro e para fazer suar, sendo útil nos resfriados, gripes e febres de origem virótica. Nesses casos, cobrir as pernas com um cobertor, vedando a saída do ar.

* Escalda-pés alternado: indicado nos casos de má circulação, anemia, insônia, nervosismo, gripes, enxaqueca, amenorréia, auxiliar nas enfermidades crônicas infecciosas do sangue e sistema linfático. Usa-se dois baldes (um para água quente e outro para água fria). O nível de água nos baldes deverá atingir até a barriga das pernas. Mergulhar os pés na água quente (42 a 45 graus mais ou menos), durante 4 minutos. Enquanto espera, friccionar com bucha. Passados os quatro minutos, levantar os pés, sem sair da cadeira, e mergulhar 1 minuto na água fria. Repetir isso 4 vezes, alternando do quente para o frio, obedecendo o tempo indicado para cada balde. Desta forma, o banho terá duração de 20 minutos. Atenção: começar no quente e terminar no frio. Após o banho, enxugar os pés e calçar meias. Pode praticar vários banhos por dia, porém nunca de estômago cheio. Mulheres grávidas ou durante a menstruação não devem fazê-lo, pois é abortivo e cessa a menstruação.

Inalação caseira

Excelente para sinusite e rinite, bronquite e demais afecções respiratórias. Colocar numa panela cerca de dois litros de água e ferver, acrescentando as ervas indicadas. Levantando vapor, envolver a panela com o lençol e ficar debaixo, como mostra a figura. Respirar profundamente para receber os benefícios curativos. Ao terminar passar pano úmido no rosto. Tempo médio: de 15 a 20 minutos.

Urinoterapia

Urina: uma mestra brilhante para nossa vida!

(Dr. Áton Inoue)

A Urinoterapia, medicina moderna e histórica, é agora foco de atenção pública no mundo. Talvez haverá alguma pessoa a qual lhe dê asco só ao escutar a palavra “urina”; porém quisera que me atentasse um momento com paciência e sem pré-julgamento: através da urina encontrará um segredo maravilhoso para curar as enfermidades suas, de sua família, sua comunidade e do mundo.

Atualmente estamos vivendo a situação mais crítica da história da humanidade, neste início de século XXI. Os tempos estão mudando com velocidade incrível. Até pouco tempo ninguém podia imaginar a mudança drástica que vivemos. É como se os seres humanos quisessem encaminhar-se para a busca de um sistema mais justo e uma sociedade mais sadia para que nela valha a pena viver e amar deixando a história injusta e violenta. Por outro lado, no campo da medicina também está surgindo uma revolução quieta, porém significativa. Uma dessas mudanças é a urinoterapia.

As pessoas dos tempos passados já sabiam que a urina era um medicamento bom e onipotente, e que servia para curar quase todas as enfermidades sem provocar nenhum dano. Por exemplo: os hindus a usavam (e continuam utilizando) para tratar os tumores e artrite; os árabes a utilizavam para tratar as dores da cabeça e piorréia; no Japão se usava para tratar a gonorréia e a sífilis. Atualmente na Nicarágua se usa para a conjuntivite, pus de ouvido e outras enfermidades. Tudo parece indicar que seu uso terapeutico em diferentes países do mundo teve excelentes resultados.

No entanto, pelo desenvolvimento da ciência, a tecnologia e a modernização da vida, se abandonou esta tradição preciosa, tratando-se a urina como algo anti-higiênico; e tem produzido medicamentos químicos alheios ao nosso corpo. Atualmente existem à venda mais de 12.000 espécies de medicamentos no mundo. Porém, com isto se resolveram os problemas de saúde? A resposta é muito clara, Absolutamente não!

A situação da saúde das populações é bastante critica, e ainda mais piorou inevitavelmente. É muito simbólico o crescimento rápido nestas décadas, de enfermidades incontroláveis como o câncer, o diabete e AIDS (Síndrome de Imunodeficiência Adquirida), a hepatite, asma, etc.; além disso, a maioria da população, em maior ou menor grau está padecendo de alguma enfermidade. No mundo - terra, ar, mares, rios, plantas, bosques, animais, homens, e o meio ambiente em seu conjunto - está muito enfermo. Se continuarmos assim, sem considerar e nem refletir seriamente sobre o que aconteceu, não há solução adequada nem perspectiva, nem haveria no futuro, pois a patologia que cada paciente apresenta se torna cada vez mais complicada e complexa.

É possível que algum dia se controle a AIDS graças à “ciência” e a “tecnologia”, depois de termos construído milhões de tumbas. Não obstante será certo que apareceria logo outro tipo de enfermidade pior que a AIDS. Já vários cientistas estão alertando sobre isto. Pois ainda que se controle uma espécie de vírus maligno pela descoberta da vacina ou anticorpo ou alguns remédios anticancerígenos, nascerá outro tipo de vírus (ou fungo) mais resistente e fecundo, devido a que a medicina, seja química ou natural, só busca o tratamento e não erradicar as causas primordiais das enfermidades que a população sofre. Estas se encontram evidentemente em nossa própria vida, muito desnaturalizada pelo uso excessivo dos fármacos químicos, inseticidas no campo, alimentação inadequada entre outros. Os maus hábitos de vida como: relações sexuais sem controle machismo, egoísmo, stress por situações sócio-econômicas e familiares, além da destruição do meio ambiente.

A desnaturalização de nossa vida significa um processo de desimunização da saúde provocando o deterioramento e desequilíbrio do corpo, da mente e do espírito. A imunidade (defesa) existe e cresce na origem da natureza... Não somos um componente químico nem somos máquina. Somos inegavelmente uma parte da natureza. Por isso, se violamos ou nos distanciamos da natureza nos sentimos mal e adoecemos. As dores e enfermidades são sinais de advertência da parte da natureza para que não soframos mais. Devemos escutar com o coração aberto a voz da natureza corrigir os erros da vida passada com valor, paciência e com fé. Assim nos curamos com um pouco de ajuda das plantas medicinais, a própria urina e jejum, principalmente.

Os medicamentos têm sempre duas caras. Ajudam um pouco a aliviar o mal estar causado por uma enfermidade, exceto alguns casos de emergência, porém, também, como se sabe, atacam outros órgãos ainda que se siga fielmente a prescrição do médico, e sua influência negativa permanece durante muitos anos no corpo, provocando uma série de efeitos secundários, até que no fim se debilita a resistência imunológica do corpo. Dizem, por exemplo, que no caso do mercúrio ou kinohorm provocaram enfermidades terríveis como minamata ou amelia, ficam pelo menos 70 anos dentro do corpo apesar de todo o esforço médico para eliminá-los.

Comparando as vantagens e desvantagens dos medicamentos se poderia dizer que as desvantagens e riscos são maiores que as vantagens, e além disso pagando tanto dinheiro a empresas multinacionais farmacêuticas. Se existe outra solução excelente, por que não experimentá-la?

Creio que já estamos no momento de abandonar a fé nos medicamentos baseada em ilusões que se tem deles. Não podemos esquecer que a ciência moderna (inclusive a médica e farmacêutica) e a tecnologia estão desenvolvendo-se por e para seus próprios interesses. Jamais estiveram ao lado das pessoas ou das populações enfermas, ainda que a maioria dos envolvidos, cientistas e médicos, tenham sido inconscientes ou ignorantes disso.

Devemos lembrar que nosso corpo é uma grande fábrica farmacêutica natural. Produz tudo que é necessário: os materiais analgésicos, antibióticos, vitaminas, minerais, proteínas, os elementos imunológicos, até hormônios sofisticados para curar e prevenir as enfermidades. Porém, se não se usam, pela dependência de materiais farmacêuticos, logicamente nosso organismo não os produz e seu metabolismo naturalmente se atrofia. Assim começa o processo de “imunodeficiência” e dependência escravizada aos médicos e aos medicamentos. Para nós, a única solução é cortar a cadeia de dependência e aumentar a resistência do sistema imunológico. Se se tem a resistência imunológica sadia não há mais enfermidade. A urina é, com muitas provas, um passaporte exceIente para isso.

Terapias Auxiliares

Várias terapias naturais são eficazes e ajudam na recuperação da saúde, quando associadas à alimentação vegetariana, aos chás, à argila e à urinoterapia. Vejamos algumas delas:

Ar puro

Além da respiração comum que oxigena internamente nosso corpo, é necessário expô-lo ao ar puro também externamente. Por isso é necessário, sempre que possível, sair do ar poluído da cidade. É boa a prática de expor-se com o mínimo de roupa possível ao ar fresco da manhã, tomando um banho de ar.

Sol

Precisamos expor nosso corpo pelo menos de vez em quando ao sol da manhã, que tem raios curativos. Feridas que não saram também se expõem ao sol da manhã por meia hora.

Ferro de passar

Se aplica com toalha para eliminar cálculos e calcificações nos lugares onde foram detectados. Sua aplicação também elimina dores. Muda-se o ferro de lugar a cada 5 segundos, voltando de novo aos mesmos lugares várias vezes. É bom aplicar antes de deitar-se.

Massagens e digitopuntura

A massagem se aplica depois de eliminar as infecções e inflamações do corpo. Procure uma pessoa entendida para fazer a massagem na hora certa e corretamente.

Digitopuntura chamamos a uma técnica que usa os dedos para pressionar certos pontos do corpo, arte essa que serve para tirar a dor e ajuda a curar, fazendo fluir as energias pelo corpo.

Onde Encontrar


Estado:
Rio de Janeiro
Dados para contato:

SEDE - REGIONAL DA ABRASP

Rua Pasteur, 249 – Bairro da Luz – Igreja Santa Luzia - Nova Iguaçu

Coordenadora estadual:

Luíza Maria da Silva - Rua Senador Pompeu, 73 - Bairro da Luz - fone (21) 9101-8576

SÃO GONÇALO:

  • Ir. Elzeni Bauer de Azevedo - Rua Novo México, 49 – Monjolos - fone (21) 2701-5285

PARACAMBI:

  • Edileuza Cabral dos Santos - Rua Praça do Castelo, 433 - Centro - fone (21) 2683-4988 - asuelde@hotmail.com

NOVA IGUAÇU:

  • Luíza Maria da Silva - Rua Senador Pompeu, 73 - Bairro da Luz - fone (21) 9101-8576

RIO DE JANEIRO:

  • Rosa Maria Gomes Ferreira - Rua Cabuçu de Baixo, 51 - Bairro Campo Grande - fone (21) 3316-9132



6 comentários:

Fabi disse...

Eu Fabiana Pinelo ,declaro ,que a irmã Elzenir ,é enviada por Deus atravfés do bionergetico ,o qual me trato com ela ,hoje me sinto uma nova pessoa

Viviane disse...

Olá!
Estou muito preocupada e gostaria da ajuda de vocês.
Moro aqui no Rio Grande do Sul e faço tratamento bioenergético em Porto Alegre.
Neste meio tempo fiquei grávida e parei de tomar os chás e hoje fui à uma consulta bioenergética e elas me receitaram alguns chás.
No meio da tarde elas me ligaram falando que tinham cometido um equivoco e que teria que ter analisado os chás para ver se o bebê aceitaria os chás, aí passei os nomes dos chás por telefone e eles ficaram de analisar e me dar um retorno, elas substituíram apenas um dos chás por outro.
Fiquei com um pouco de receio, pois pesquisei na internet e vi que nogueira e artemisia é abortivo.
Gostaria muito de ter uma segunda opinião, vou colocar a relação de chás que elas me receitaram, se puderem me orientar se realmente não vou ter problemas com a minha gravidez tomando estes chás.

Nogueira, Malva cheirosa,Pega – pega, Salvia, Melissa, Malva, Salva, Artemisia

Muito obrigada pela atenção!

priscila disse...

Viviane!
Voce pode me dar endereço em Porto alegre onde vc faz o tatamento? Moro em Santa Catarina e preciso com urgencia um tratamento para um zumbido que tenho no ouvido.

priscila disse...

Viviane!
Voce pode me dar endereço em Porto alegre onde vc faz o tatamento? Moro em Santa Catarina e preciso com urgencia um tratamento para um zumbido que tenho no ouvido.

Raquel disse...

Priscila, você pode buscar esse tratamento no seu próprio Estado, basta buscar no site da ABRASP - Associação Brasileira de Saúde Popular. Lá você encontra onde há o tratamento bio energético em todo o país.

Unknown disse...

A urina foi a forma que DEUS encontrou para eliminarmos aquilo que é nocivo ao nosso corpo! Ou não?
Gostaria de ser convencido de que se trata de prática saudável! Nem entre os animais essa prática existe! Um exemplo: Sou diabético, meu corpo elimina açúcar na urina...devo beber desse líquido qua apenas faria aumentar a quantidade de açúcar em meu corpo? E os hipertensos? Já que a urina carrega muitos sais! Concordo com tudo mais, mas essa "urinoterapia", para mim é muito suspeita!
Abraços!